A sua loja de dança na internet
Você não tem nenhum item em seu carrinho de compras.
Filters
Pesquisa
banner

Tap Dance para Iniciantes

Dicas básicas para começar nas aulas de sapateado

 

Sapatear vai muito além de dançar, é também uma forma de expressão artística e corporal que une som, movimento e espetáculo, o famoso 3 em 1. O Tap, como também é conhecido o sapateado, é uma atividade que desenvolve ritmo, concentração, musicalidade, entre outras habilidades. Para quem está iniciando ou pensa em ingressar na aula, é interessante conferir alguns fatos e dicas sobre a modalidade. Confira a seguir:

 

Sobre o TAP Dance

 

O sapateado é uma dança originalmente irlandesa, mas acredita-se que tenha recebido diversas influências ao longo dos anos. No entanto, foi nos EUA, na primeira metade do século 19, que a dança se popularizou, sendo resultado da fusão dos estilos de sapateado dos  irlandeses com os africanos. Apreciado em todo o mundo, o sapateado é considerado uma dança extremamente rica e artística, combinando uma série de sons, técnicas e ritmos em um só estilo. O grande diferencial e principal marca da modalidade são os sons sincopados e ritmados, reproduzidos pelos pés, os quais são feitos verdadeiros instrumentos de percussão. Além disso, o que também o diferencia é a máxima atenção e concentração exigida, pois além dos movimentos serem executados corretamente, eles devem estar no mesmo ritmo da música ou nos contratempos corretos.

 

Benefícios

 

Por ser uma atividade rítmica, o sapateado também é considerado uma excelente atividade aeróbica, pois auxilia na melhora do condicionamento cardiovascular, ativa a circulação, melhora a capacidade respiratória e ainda contribui para a perda de calorias. Segundo a tap dancer Talita Cáceres, os benefícios da modalidade vão além do físico. “Também desenvolve ritmo, musicalidade, coordenação motora, trabalha habilidades cognitivas e memória”, explica a dançarina.

 

Equipamentos

 

Os sapatos são os principais equipamentos da dança, por isso, precisam ser muito bem escolhidos. Eles devem ser específicos para sapateado, com plaquetas de metal na parte inferior do calçado. O conforto também é um ítem indispensável, pois facilita os movimentos e evita a formação de calos. “Existem vários modelos de sapatos para escolher e praticar, é preciso testar qual o melhor e mais seguro. Além dos calçados, sobram as roupas, que precisam ser confortáveis de igual modo”, diz.

 

Passos básicos

Apesar de ser uma dança complexa, com diversas sequências e técnicas, é possível conhecer os passos mais básicos. São eles: Tap, Step, Hell, Dig e Ball.

 

Tap significa bater a chapinha da frente sem peso.

Step, bater a chapinha da frente com peso (andar, passo).

Hell, bater apenas o calcanhar.

Dig, bater o calcanhar na frente;

Ball Change, contratempo de dois steps.

 

“Os passos vão sendo decorados na medida que se pratica. Uma maneira para fixar mais fácil é ir falando os nomes no ritmo da música junto com a execução deles”, indica a profissional, que também é professora de TAP.

 

Sobre o curso

 

Qualquer pessoa pode fazer sapateado, desde que não tenha nenhum desgaste físico na coluna, pé, joelho ou quadril. Por isso, é muito importante fazer uma avaliação ortopédica, antes de começar na dança. As turmas normalmente são divididas por faixa etária e níveis de dificuldade, que vão do iniciante 1,2,3, intermediário 1,2,3  e avançado 1 e 2. O tempo de formação leva, em média, 6 anos, mas pode variar de acordo com cada escola.

 

Uma aula de sapateado inicia sempre com alongamento, passando pela parte técnica, onde os passos são ensinados, seguindo então para exercícios de coordenação motora e rítmica, de onde surgem as sequências de dança.

 

Dicas para aperfeiçoamento

 

Segundo a professora, é normal sentir dificuldades e errar alguns passos no início, mas o primordial é ser persistente, pois a tendência é que eles se aperfeiçoem com a prática. “Já o tempo para chegar a categoria profissional é algo muito relativo, pois normalmente você aprende a maioria dos passos básicos, combinados e sequências da dança em aproximadamente 6 anos (depende da carga horária de aulas). Para quem quer continuar evoluindo com a técnica, o ideal é fazer aulas com diferentes professores, participar de workshops, e assim por diante”, aconselha a tap dancer.

 

 

 

Deixe seu comentário.
Comentários
25/04/2019 01:39
http://theprettyguineapig.com/amoxicillin/ - Amoxicillin <a href="http://theprettyguineapig.com/amoxicillin/">Amoxicillin</a> jwv.fqxv.imperiodadanca.com.br.qnb.au http://theprettyguineapig.com/amoxicillin/
25/04/2019 02:20
http://theprettyguineapig.com/amoxicillin/ - Amoxicillin 500 Mg <a href="http://theprettyguineapig.com/amoxicillin/">Amoxicillin 500mg Capsules</a> tgh.pdal.imperiodadanca.com.br.xrl.nm http://theprettyguineapig.com/amoxicillin/